Hinos

Hino à Tromba
(Carlos Araripe)
Todo mundo fala que esse bloco bomba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Pra agüentar tem que fazer muita maromba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Não é o talo, touro, galo,não é pomba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Se ta com medo pra que veio não se esconda,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Primeira Parte
Tudo começou, sem pretensão só pra brincar o carnaval
Mas virou tradição, o nosso bloco foi notícia no jornal
Não esqueça folião, no Varadouro é que começa a diversão
Vem você também, que o Zé Pereira já vestiu este calção
Segunda Parte
Alô trombeiro, Alô trombeira
vamos pular, frevar, subir, descer ladeira
Com alegria, empolgação, (PARADA)
Seguro a tromba não tenho vergonha não
Alô trombeiro, Alô trombeira
Tome batida, mas não caia na ladeira
Fique esperto, preste atenção (PARADA)
Senão a tromba vai crescer na sua mão
(Refrão 2x)
Todo mundo fala que esse bloco bomba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Pra agüentar tem que fazer muita maromba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA
Não é o talo, touro, galo,não é pomba,
SEGURA A TROMBA SEGURA A TROMBA


Paródia de Madeira do Rosarinho
Vem trombas do Rosarinho
Da Encruzilhada, de todo lugar
E todo esse pessoal
Bebe cachaça até passar mal
Não vem pra pegar bagulho
Mas se pintar, não vou negar não
O Segura a Tromba tira onda
Esse bloco é uma esculhambação.
E se aqui estamos, olha esse calção
Que eu quero te mostrar a nossa tradição.
‘Cê vai dizer bem alto “ai essa tromba dói,
Eu aguento madeira, mas essa é de pular ‘ozói’”


Paródia de Me Segura Senão eu Caio
Segura a Tromba Senão Eu Caio
Nos quatro cantos cheguei
E todo mundo olhou
Pra minha tromba
Que lapa de peia
Que pau do estopor (2x)
E com uma batida de limão com cachaça
Queimei uma massa a todo vapor
Descambei passando pelos bares
Cheirei o sucesso, voei pelos ares
No pique do frevo caí como um raio
Segura a tromba senão eu caio
Segura a tromba senão eu caio


Paródia do Hino do Elefante

Hino à Tromba do Elefante
Ao som dos clarins de Momo
povo estranha, o hino mudou
Os elefantes balançando com as multidões
Mas que trombas do estopor!
Oh linda, este meu canto
Foi copiado sem nenhum pudor
E entre bicada e putaria
Venho te oferecer com alegria
O meu amor [a galera pega na tromba]
Oh linda! Quero cantar a ti esta canção
A minha tromba, nesse sol, a suar
Vai crescer na tua mão, se você alisar
Deixa logo da tua onda
E Seguuura a Tromba!


Paródia de Hino da Pitombeira
Hino da PiTrombeira

Nós somos Segura a Tromba,
nós brincamos mais ainda,
Se a Tromba não saísse,
Acabava com Olinda.
Se a Tromba não saísse,
Acabava com Olinda.
Segura, Segura a minha tromba,
eu que não quero, eu que não quero. (2x)
A Turma desse bloco
Quer cachaça e arriação,
E a tromba da galera
É uma esculhambação.
E a tromba da galera
É uma esculhambação.
Segura, Segura a minha tromba,
eu que não quero, eu que não quero. (2x)
Segura a Tromba tem tantas letras
Que eu nem sei a conta não.
Essa tromba é coisa besta, Chega aqui e bota a mão.
Essa tromba é coisa besta, Chega aqui e bota a mão.
Segura, Segura a minha tromba,
eu que não quero, eu que não quero. (2x)
O bloco Segura a Tromba
Na cachaça é o maior
E a batida é liberada
Pra turma ficar bicada
E a batida é liberada
Pra turma ficar bicada.
Segura, Segura a minha tromba,
eu que não quero, eu que não quero (2x).
Se ta com medo pra que veio não se esconda.


Paródia de Frevo e ciranda (Fabinho Smurf/Victor)
Eu fui à praça, levanta
Que o bloco encanta
Vou te namorar (namorar)
Um mala só de chinelo
E cabelo amarelo
Vei’ te paquerar (paquerar)
Não pega ele, morena
Vem cá pegar
A minha
Segura a Tromba,
Menina
Vem balançar (balançar)


Segura a Tromba Princesa (Fabinho Smurf)
(Bicho Maluco Beleza - Alceu Valença)
Segura a tromba, princesa, não larga, não para
Do estandarte, é claro, você gargalhou
A fantasia provoca seu imaginário
Ah, quantas trombas assim você segurou?
Não tem mistério, abra logo teu sorriso largo
Entra na minha que entro no teu coração
E se deitares na cama, assim, por acaso...
Querida princesa garanto tua satisfação...
Ô Ô Ô, Segura a tromba princesa
Ô Ô Ô, Segura a tromba princesa


Dois Papangus (Fabinho Smurf)
(La belle de jour - Alceu Valença)
Eu lembro de Igor e do Mago
Eles tinham uma “bela” amizade
Os dois disputavam quem era
O maior papangu
Igor, gordinho careca
E meio seboso
O Mago, guenzo e feioso
Os dois tinham cara de cu
São dois papangus...
(2x)
Dois Papangus...
Oh... oh...
Dois Papangus!
Igor falou que o Mago é o mais feio
De toda cidade
E o Mago logo revidou
“Tás com o olho no cu”
Igor completou
“Fosse tu me matava”
O Mago disse “eu sou feio,
Sou feio mas não mais que tu!”
Mais feio que tu!
E os dois se xingaram
Tanto, foi a maior fuleragem
Piorou quando Igor soltou
O primeiro pum
Duelo de cu
Uma calamidade
A carniça espalhou na cidade
Não ficou nem urubu
Catinga de cu!


Voltei, Olinda (Victor/Fabinho Smurf)
(Voltei, Recife)
Voltei, Olinda
Com uma tromba do tamanho do teu braço
Quero ver novamente as negas
Na rua passando
Pegar umas e outras
E correr pro abraço
Olha o trombeiro
Mas que lapa de ovo
Esse bloco é famoso
É a turma dos tripé
Voce vai sentir
Na embriaguez do frevo
Que entra a cabeça
Depois não tem ombro
E só para no pé


Paródia da Ceroula (Fabinho Smurf/Victor/Elder)
Eu vou todo ano pra Tromba
Fazer sacrilégio e grelha também
Eu quero ver se o carnaval de rua
Com o passar do tempo continua tão bem
Eu quero ver se tem troça escrota
Como essa Tromba que parece bilola
Pois para mim já vai ser bem legal
Vem segurar a tromba esse carnaval
Pois para mim já vai ser bem legal
Vem segurar a tromba esse carnaval


Segura a Tromba senão eu caio (Fabinho Smurf)
(Me segura senão eu caio)
Nos quatro cantos cheguei
E todo mundo olhou
Pra minha tromba
Que lapa de peia
Que pau do estopor
E com uma batida de limão com cachaça
Queimei uma massa a todo vapor
Descambei passando pelos bares
Cheirei o sucesso, voei pelos ares
No pique do frevo caí como um raio
Segura a tromba senão eu caio
Segura a tromba senão eu caio


Trombas do Rosarinho (Fabinho Smurf)
(Madeira do Rosarinho)
Vem trombas do Rosarinho
Da Encruzilhada, de todo lugar
E todo esse pessoal
Bebe cachaça até passar mal
Não vem pra pegar bagulho
Mas se pintar, não vão negar não
O Segura a Tromba tira onda
Esse bloco é uma esculhambação
E se aqui estamos, olha esse calção
Que eu quero te mostrar a nossa tradição
'Cê vai dizer bem alto "ai essa tromba dói,
Eu aguento madeira, mas essa é de pular 'ozói'"


Hino à Tromba do Elefante (Fabinho Smurf/Igor)
(Hino do Elefante de Olinda)
Ao som dos clarins de Momo
O povo estranha, o hino mudou
Os elefantes balançando com as multidões
Mas que trombas do estopor!
Oh linda, este meu canto
Foi copiado sem nenhum pudor
E entre bicada e putaria
Venho te oferecer com alegria
O meu amor [a galera pega na tromba]
Oh linda! Quero cantar a ti esta canção
A minha tromba, nesse sol, a suar
Vai crescer na tua mão, se você alisar
Deixa logo da tua onda


E Seguuura a Tromba!